Madame Bovary sou eu: Molero, Walt e il personaggio (meta)narrativo nel romanzo portoghese degli anni ‘70

  • Valeria Tocco Università di PIsa
Parole chiave: 70s’ Portuguese Novel; Dinis Machado; Fernando Assis Pacheco; Metanarrative Character.

Abstract

Tra la fine della dittatura (1974) e l’entrata nella CEE (1986), il Portogallo avvia un ripensamento sul proprio passato che, dal punto di vista letterario, equivale anche a una rinnovata attenzione al rapporto autore-narratore-personaggio. Tra gli esempi di personaggi metanarrativi non ancora presi in considerazione dalla critica, l’intervento si concentrerà su O que diz Molero di Dinis Machado (1977) e Walt, o frio e o quente di Fernando Assis Pacheco (1978).

Riferimenti bibliografici

Alazraki, Jaime. En busca del unicornio: los cuentos de Julio Cortázar (Elementos para una poética de lo neofantastico). Gredos, 1983.
Assmann, Aleida. Ricordare. Forme e mutamenti della memoria culturale. Il Mulino, 2002.
Branco, Isabel Araújo. A recepção das literaturas hispano-americanas na literatura portuguesa contemporânea: edição, tradução e criação literária. Tese de Doutoramento em Estudos Literários Comparados, Universidade Nova de Lisboa, 2014
Braunstein, Peter. “La memoria possessiva e la generazione degli anni Sessanta.” Ácoma, 15, 1999, pp. 70-75.
Cardoso, Norberto do Vale. Autognose e (Des)memória: Guerra Colonial e Identidade Nacional em Lobo Antunes, Assis Pacheco e Manuel Alegre. Tese de Mestrado, Universidade do Minho, 2004.
Carvalho, Mário de. Casos do Beco das Sardinheiras. Contra-Regra, 1982.
Dicionário cronológico de autores portugueses, vol. V, 1988, disponibile alla url http://livro.dglab.gov.pt/sites/DGLB/Portugues/autores/Paginas/Autores.aspx (29/5/2019)
Eminescu, Roxana. Novas coordenadas do romance português. Ministério da Educação, Instituto de Cultura e Língua Portuguesa, 1983.
García, Flavio. “Figuração insólita de personagens: exemplos nos Casos do beco das sardinheiras, de Mário de Carvalho.” Brumal, vol. IV, n.º 1, 2016, pp. 173-188.
Gomes, Álvaro Cardoso. A voz itinerante: ensaio sobe o romance português contemporâneo. EdUSP, 1993.
Gomes, Adelino. “Dinis Machado. 60 anos à procura da palavra que esclarece e de que só encontramos sucedâneos.” Público, 21/03/2007, disponibile alla url https://www.publico.pt/2007/03/21/jornal/dinis-machado-60-anos-a-procura-da-palavra-que-esclarece-e-de-que-so-encontramos-sucedaneos-180880 (03/09/2019)
Louçã, Francisco. “Salve, Fernando Assis Pacheco.” Público, 1 de fevereiro de 2017, disponibile alla URL https://www.publico.pt/2017/02/01/culturaipsilon/opiniao/salve-fernando-assis-pacheco-1760277
Lourenço, Eduardo. “Contexto cultural e novo texto português.” O canto e o signo. Existência e literatura (1957-1993), Presença, 1993, p. 280-283.
Machado, Dinis. O que diz Molero. Bertrand, 1977.
Pacheco, Fernando Assis. Walt, ou o frio e o quente. Bertrand, 1978; trad. it. Walt, o il freddo e il caldo. Urogallo, 2019.
——. “O escritor perguntou se um dos bacalhaus podia ser para ele.” Tenho cinco minutos para contar uma história, Tinta da China, 2017, pp. 71-111.
Paiva, José Rodrigues de. “Revolução, renovação. Caminhos do romance português no século XX.” Labirintos (UEFS), v. 05, 2009, pp. 1-14.
Prada Oropeza, Renato. “El discurso fantástico contemporáneo: tensión semântica y efecto estético.” Semiosis, II [México], núm. 3, 2006, pp. 53-76.
Real, Miguel. “Il romanzo portoghese. 1950-2010.” Il Novecento in Portogallo, Giulia Lanciani (a cura di), Universitalia, 2014, pp. 165-233.
Reis, Carlos. “A ficção portuguesa entre a Revolução e o fim do século.” Scripta, v. 8, n. 15, 2º sem. 2004, p. 15-45.
——. “Pessoas de livro: figuração e sobrevida da personagem.” Revista de estudos literários, 4, 2014, p. 43-68.
——. Pessoas de livro. Estudos sobre a personagem. Coimbra University Press, 2.a edizione, 2016.
Ribeiro, Anabela Mota. “30 anos de O que diz Molero.” Jornal de negócios 2007, ora nel Blog Anabela Mota Ribeiro https://anabelamotaribeiro.pt/o-que-diz-dinis-machado-nos-30-anos-de-95970 (29/9/2019).
Santos, Nuno Costa. Trabalhos e Paixões de Fernando Assis Pacheco. Tinta da China, 2012.
Seixo, Maria Alzira. “Dez anos de ficção em Portugal (1974-1984).” A palavra do romance. Ensaios de genologia e análise, Livros Horizonte, 1986, p. 48-65.
——. “Para uma leitura crítica da ficção em Portugal no século XX. Anos Quarenta a Noventa.” Outros erros. Ensaios de literatura, Asa, 2001, p. 21-44.
Tocco, Valeria. “Il buon soldato Walt.” Fernando Assis Pacheco, Walt o il caldo e il freddo, Urogallo, 2019, p. 103-111.
Pubblicato
2020-07-02
Come citare
ToccoV. (2020). Madame Bovary sou eu: Molero, Walt e il personaggio (meta)narrativo nel romanzo portoghese degli anni ‘70. ENTHYMEMA, (25), 100-110. https://doi.org/10.13130/2037-2426/13828
Fascicolo
Sezione
Per una nuova antropologia del personaggio